Mazeh Moreira

1949 foi um ano comum. Nasci nele, a 26 de fevereiro. Era sábado de carnaval e, segundo minha mãe,  três fatos da vida aconteciam, ao mesmo instante. Na mesma rua, enquanto eu nascia, comemoravam um casamento e choravam uma partida – do plano aqui para o espiritual.

Água Verde – água de Oxum e Yemanjá – estava ao pé de uma grande pedreira – domínio de Xangô –, a serra de Pacatuba. Foi aí que vim ao mundo e Água Verde sequer está no mapa.

Maria era minha mãe. José, meu pai. Não tiveram que pensar muito. Primeira filha, Maria José, que, pela nossa mania de apelidar, virou Mazé.

Corri mundo. Virei século. Aprendi um bocado com as pessoas que me rodearam e as que ainda estão comigo, com os livros, com as viagens.

Jornalista de formação, vivo ensaiando escrevinhar puisia.

Agora, estou aqui, realizando um sonho. Fazer camisetas. Oxalá, elas sejam do agrado de vocês.

Contato / Atendimento

Informações

Atendimento

Segunda à Sexta:
10:00 - 18:00 horas

Sábado:
10:00 - 12:00 horas

(11) 97221-2195 

Acontece